Flicts (Ziraldo, 1969)

FLICTS é um livro do escritor e cartunista brasileiro Ziraldo, direcionado ao público infantil. O livro foi publicado em 1969, sendo o primeiro livro de Ziraldo. As ilustrações do livro também são de Ziraldo. O livro foi publicado inicialmente pela editora Expressão e Cultura em julho de 1969 [capa 1]. Mas depois passou a ser publicado pela editora Melhoramentos dentro da série Mundo Colorido, [capa 2] [capa 3] que tem outros livros escritos e desenhados por Ziraldo que mencionam cores. Em 2009, a editora Melhoramentos lançou uma edição comemorativa dos 40 anos da publicação da obra. [capa 4] Essa nova edição apresenta a história na íntegra, como na primeira edição, com todas as cores, formas, espaços e versos criados por Ziraldo naquela ocasião. Três textos contarão um pouco mais sobre a obra: a crônica de Carlos Drummond de Andrade (publicada na época do lançamento); o imaginário histórico-sentimental descrito pelo amigo e educador Edison Borba; e a análise técnico-literária realizada pela educadora e doutora Vânia Maria Resende. Toda a trajetória da cor que busca um lugar no mundo, desde o seu nascimento até os dias de hoje, além da sua transposição para o teatro, dança, quadrinhos, CD-ROM, cinema de animação, entre outros, serão contadas em 24 páginas, ricamente ilustradas, no “capítulo” singular "FLICTS40 – Uma história (de uma cor) e tanto!".

O livro trata da busca de uma cor rara, chamada Flicts, de seu lugar no mundo. O livro começa dizendo que ele não tinha a força do Vermelho, nem a imensidão do Amarelo e nem a paz do Azul. Era apenas o frágil, feio e aflito Flicts. E Flicts sai no mundo procurando desesperadamente alguém que o aceite e o acolha. Mas ele descobre que não tem lugar na caixa de lápis de cor, nem nas bandeiras ou brasões dos países. E ele continua a sua busca por alguém que queira ser seu amigo.

Nas páginas de FLICTS os olhos da criança passeia por linhas, cores e um texto poético e sublime que deu a Ziraldo passe livre para escrever para crianças. Chega a dar pena do pobre Flicts, em busca de um local para se instalar, de um amigo, de um suporte para espalhar seu tom. Durante esta procura, ele revela ao leitor que o mundo é feito basicamente de cores, e que elas todas possuem um coração, revelam sentimentos e emoções. Por mais diferente que se sinta, o raro Flicts vai encontrar seu lugar. Ainda que seja bem distante do mundo das cores mais conhecidas, mas não mais belas do que ele.

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Um livro que trabalha com as diferenças. Moderno por que fala de DIREITOS HUMANOS, inovador e revolucionário por falar a seu modo dos direitos das pessoas com deficiência anos antes da declaração específica da ONU de 1975, da Declaração de Jomtien (1990) e Salamanca (1994).

    ResponderExcluir
  4. Um dos livros que melhor trabalha a multidisciplinaridade, com simplicidade, naturalidade, e oportunidade. Aqui, exatas e humanas caminham como se humanas fossem exatas, e exatas, humanas. Aqui falamos do preconceito, da exclusão, da solidão, da esperança, da luta e do guerreiro. E também falamos da geografia e da física e do trânsito e do céu e do mar e da lua.. E continuamos falando, depois que a história termina (mas ela não termina), das viagens à Lua, e do tamanho do foguete, e do nome dos astronautas, e dos nomes das crateras, e do tamanho das crateras, e do solo lunar, e dos passos do homem deixados no solo lunar, e do que eles fizeram lá, e da imagem da Terra vista da Lua, e da volta para casa, e da foto mais maravilhosa que tiraram da Terra, que recebeu o nome de Blue Marble, que eu recomendo que todos vejam... E por fim... falamos da língua inglesa. "The Moon is Flicts". E Blue é Azul. E Marble, além de Mármore, também significa Bola de Gude.

    ResponderExcluir
  5. Dia 10/04/2014, tive a oportunidade de fã, de encontrar o Sr. Ziraldo num evento em Brasília. E como fã, pedi pra tirar uma foto com ele. A emoção é muito grande, quando você teve a oportunidade de quando criança ter lido um livro, e um dia, algumas dezenas de anos depois encontrar o autor. Ah, o livro é Flicts, que na hora da foto só lembrei que era a cor da lua. Ziraldo, obrigada!!!

    ResponderExcluir