Ferreira de Castro - TERRAS DE SONHO (Editora Saraiva, Coleção Saraiva)



Título: Terras de Sonho
Autor (a): Ferreira de Castro [lista]
Editora: Saraiva
Coleção: Saraiva (Nº 51) [lista]
Período de Publicação: 1952
Número de Páginas/Capítulos: 195 páginas
ISBN: -
Arte da Capa: Nico Rosso
Ilustrador (a): (Não há)
Edição Original: trecho de Pequenos Mundos, Grandes Civilizações, 1938, Portugal, Editora Empresa Nacional de Publicidade
Edições: 1ª (1952)






OUTRAS INFORMAÇÕES 

Em 1937, Ferreira de Castro iniciou a publicação em fascículos de uma obra que ele intitulou Pequenos Mundos, Grandes Civilizações, que foi publicada em formato de livro no ano seguinte, em março de 1938, pela editora Empresa Nacional de Publicidade. Posteriormente, nas décadas de 1940 e 1950, o livro foi lançado em 2 volumes, intitulado apenas de Pequenos Mundos, pela editora portuguesa Guimarães & Cia, na coleção "Obras Completas de Ferreira de Castro" (volumes 5 e 6). O livro é baseado em impressões do autor em três viagens que ele fez: para Andorra (em 1929), para Irlanda (em 1930) e, principalmente, pela costa do Mar Mediterrâneo (em 1935). São dez capítulos (ou fascículos) que narram as belezas e curiosidades de Andorra, Ilha de Rodes, Irlanda, Ilha de Montecristo (e seu Castelo de If), Ilhas Baleares, Cartago, Túnis, Córsega, Ilhas de Açores, Ilha de Madeira, Malta, Pompéia, Nápoles, Monte Carlo, Riviera francesa e italiana, Palestina, Jersusalém e Egito.

O livro Terras de Sonho, volume 51 da coleção Saraiva, é um trecho parcial dessa obra de Ferreira de Castro, onde ele narra suas impressões em relação à Ilha de Monte Cristo, o Egito, Pompéia, a Palestina, Cartago (na Tunísia) e as ilhas portuguesas de Açores e Madeira.

A ilha de Monte Cristo se situa no Arquipélago Toscano, no Mar Tirreno, a oeste da região da Toscânia, na Itália (conforme pode ser verificado no mapa ao lado). O arquipélago é composto pelas ilhas de Elba, Pianosa, Capraia, Monte Cristo, Giglio, Gorgona e Giannutri. A ilha de Elba é conhecida historicamente por ter sido o local onde o imperador francês Napoleão Bonaparte foi exilado após sua abdicação em 1814, devido sua derrota na invasão da Rússia. Após um ano, ele fugiu da ilha, retornando ao poder, mas foi derrotado na Batalha de Waterloo (em junho de 1815). Já a ilha de Monte Cristo é conhecida mundialmente graças ao romance do escritor francês Alexandre Dumas pai (1802-1870) publicado em 1844, O Conde de Monte Cristo, que teve várias edições lançadas no Brasil e também várias adaptações para o cinema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário