Lúcia Machado de Almeida - LENDAS DA TERRA DO OURO (Editora Melhoramentos)


Editora: Melhoramentos
Coleção/Série: -
Período de Publicação: 1949
Arte da Capa: -
Ilustrador (a): -
Número de Páginas: 70
ISBN: -
Tradutor (a): -
Título Original: Lendas da terra do ouro
Ano da Primeira Edição: 1949
País: Brasil
Público: Infantojuvenil
Gênero Literário: Lendas
Tema: Lendas, Folclore, Minas Gerais




Sinopse:
Lendas populares do folclore do estado de Minas Gerais, no Brasil.


SOBRE A AUTORA:

Lúcia Machado de Almeida nasceu em 9 de maio de 1910, na fazenda Nova Granja, na cidade de Santa Luzia, estaod de Minas Gerais, Brasil. Ainda criança, mudou-se para Belo Horizonte, onde fez o curso primário e o secundário no Colégio Santa Maria, de religiosas dominicanas. Estudou inglês, francês, história da arte e da literatura, piano e canto. Pertencente a uma família de intelectuais, ela é irmã dos escritores Aníbal Machado, Paulo Machado e Carolina Machado, tia da escritora e dramaturga Maria Clara Machado e prima do poeta Murilo Mendes. Casou-se com Antônio Joaquim de Almeida (irmão do poeta Guilherme de Almeida). Seu primeiro trabalho literário foi o poema Desencanto, publicado no jornal Estado de Minas, quando tinha 14 anos. Lúcia Machado de Almeida foi jornalista profissional, tendo iniciado sua carreira quando adolescente e atuando na profissão por quase seis décadas. Trabalhou no jornal Diários Associados e viajou pela Europa e Estados Unidos como conferencista convidada pelo Ministério das Relações Exteriores para falar sobre Aleijadinho e as cidades mineiras do Ciclo do Ouro. Dedicou-se também à tradução, vertendo para o português livros de Honoré de Balzac, Bernard Hollowood e Astrid Lundgreen. Sua carreira como escritora começou, conforme dizia, acidentalmente, em 1942, quando, para distrair os filhos que estavam com sarampo e não podiam sair de casa, criou a personagem Piabinha e as suas aventuras no fundo do mar, que depois deu origem à seu primeiro livro, No fundo do mar, publicado em 1943. A consagração de sua obra veio tanto dos milhões de leitores que justificam as sucessivas reedições de seus livros, como da crítica especializada e de seus companheiros de ofício. Obteve grande sucesso com o livro O escaravelho do diabo (1974). Ela faleceu em 30 de abril de 2005, aos 94 anos, por falência múltipla dos órgãos devido a uma infecção pulmonar, num hospital da cidade de Indaiatuba, estado de São Paulo, Brasil.


2 comentários:

  1. Não desative o blog. Encontrei ele somente agora. E é muito bom.

    ResponderExcluir
  2. um blog especial. Melhor para o Brasil tão carente de coisas criativas assim se você não o desativasse. Mas, se há outras motivações maiores, só temos a lamentar...
    Parabéns!
    Antonio Jaime.

    ResponderExcluir